Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

3/4 de Mim

3/4 de Mim

Banguecoque, Tailândia - A terra dos mil sorrisos!!

Em Novembro tive a oportunidade de fazer a viagem mais incrível de todas as que já fiz: Tailândia!  

Foi uma aventura de 18 dias que começou por:

 

Banguecoque

 

Cidade que se ama ou que se odeia. Eu AMEI!!

 

É uma incrível metrópole de dez milhões de habitantes e com duas zonas muito diferentes: a parte da cidade velha, com os palácios e templos magníficos e imponentes, e a da cidade moderna, com os centros comerciais e as zonas mais recentes, sempre com o rio a dar um encanto ainda mais especial.

 

Banguecoque oferece uma ampla variedade de atracões. A cidade possui cerca de 400 templos budistas de grande beleza e fascínio, magníficos palácios, super bem preservados e de grande riqueza.

 

 Templos a visitar:

 

      Wat Traimit, Templo do Buda de Ouro

Tem a maior estátua de Buda feita em ouro do mundo, com 4,5 metros de altura e 5,5 toneladas. É de ouro maciço. Sim maciço.

CIMG0210.JPG

 

 

     Wat Pho, Templo do Buda Deitado 

Tem um Buda com 46 metros de comprimento e 15 de altura, todo banhado em ouro. Nas solas dos pés do Buda, apresentam-se notáveis imagens de madrepérola representando os 108 lakshanas, que são os sinais auspiciosos do verdadeiro Buda. A tradição é deixar uma moeda nos vasos que se encontram na parede e fazer um pedido por sorte.

Os jardins deste templo são incríveis e  e também se encontram nesses mesmos jardins referências ao hinduísmo. No meio de uma cidade agitada este local é um pequeno paraíso e transmite uma sensação de paz indescritível.

CIMG0228.JPG

IMG_5273.JPG

 

IMG_5245.JPG

 

 

     Wat benchamabophit, Templo de mármore 

Um templo mais moderno e perfeito que reflecte na perfeição a arte tailandesa, todo em mármore.

CIMG0369.JPG

 

CIMG0375.JPG

  

Wat Arun, Templo do Amanhecer

 Está situado nas margens do Rio Chao Phraya e o templo tem uma torre de 79m de altura e é decorado por azulejos de cerâmica colorida. Ir lá é presenciar o maior espectáculo de cores e sons. Ahhh neste templo encontrei à venda gelados da Magnum... Sim da Magnum na Tailândia... (claro que tive de atacar o de Amêndoa);

CIMG0358.JPG

IMG_5348.JPG

 

IMG_5345 (2).JPG

 

 

    Palácio real

 Residência da família real (os reis são venerados e há imagens deles por toda a parte), está completamente rodeado de muralha. 

Bangkok_Palacio-Real-1.jpg

 

 

A não perder:

      Mercado Patpong 

Um mercado de doidos, super barulhento, caótico onde se vende sexo tal como se vende bolsas Michael Kors, Chanel, objectos de decoração, óculos de sol, comprimidos de estímulos variadíssimos, objectos fálicos, sapatos, óculos, e tudo aquilo que possa fazer falta a qualquer pessoa com qualquer interesse.

Tem TUDO à venda, até t-t-shirts :-) (não aconselhável a crianças).

 

Regatear é essencial (o meu namorado tem um talento nato e conseguiu fazer grandes compras... Hihihihihhihi).

 

patpong.gif

 

     Passeio de Barco pelo rio Chao Phraya

 

Aqui se consegue ver a dicotomia entre os dois mundos: luxo e pobreza, luxuosos hotéis e aranha-ceus maravilhos e casas feitas de madeira sem os mínimos em que vivem famílias inteiras (mas vivem felizes de sorriso no rosto);

Vale a pena navegar nas águas antes de se iniciar a exploração dos diversos canais, para dar uma rápida vista de olhos na antiga Banguecoque e na nova e moderna. Fazer um passeio pelos canais foi das experiências que mais me marcou porque a população utiliza o rio não apenas para se deslocar, mas também para morar em casas sob estacas de madeira... Naquela zona são raras as casas que apresentam boas condições. A cidade já foi conhecida como a Veneza do Oriente. O rio e os canais ainda podem ser explorados comodamente em barcos longtail que são barcos típicos e sempre decorados com flores e fitas (adoráveis).

 Até o "trânsito" no rio é frenético.

CIMG0338.JPG

CIMG0342.JPG

IMG_5448.JPG

 

      Passeio de Tuk Tuk 

Banguecoque é considerada a cidade do mundo com mais trânsito e andar de Tuk Tuk pela cidade é quase ter uma aventura com uma dose de adrenalina à mistura numa espécie de moto adaptada com uma cobertura. E claro que é preciso regatear o preço antes.

20141108_175831.jpg

 

     Sky Bar

 No Hotel Lebua at State Tower (63º andar), famoso por ter sido o cenário do filme Hangover II. É sem dúvida alguma o mais extraordinário rooftop bar que existe. É moderno, cosmopolita e CAROOOO. Tinha empregados para nos indicarem onde existiam escadas e outros empregados para nos seguirem com lanternas para vermos os menus... De doidos!! Ah e tem dress code. Mas o mais importante é que tem a melhor vista sobre Banguecoque e é de cortar a respiração. Nenhuma foto faz jus à beleza da vista.

 

20141108_182552.jpg

 

      Mercados flutuantes 

Huuummmm não compensa andar 100Kms para ver um mercado flutuante que já perdeu o encanto e que neste momento é puramente turístico e que há imensas pessoas a tentar enganar os turistas.

 

mercado flutuante.PNG

 

     Assistir a um combate de Muay Thai

É o desporto rei e tenho de admitir que é espectacular e que em qualquer canto se vêm miúdos e graúdos a praticarem.

    

 

Curiosidades:

 

     -  A Simpatia dos Tailandeses e o sorriso gentil com que nos recebem sempre, e a forma espectacular como eles prolongam as palavras no final (ex:thank youuuuuuu ou hellooooooo);

 

     - A saudação Tailandesa é chamada de "wai". Os Tailandeses não se tocam, muito menos se abraçam ou beijam, eles colocam as mãos em forma de reza abaixo da boca e dizem "sawadeeeeeee";

 

     - A visita a qualquer um dos templos implica entrar correctamente vestido e tem de se tirar os sapatos antes de entrar. As mulheres têm de entrar com o peito, ombros e joelhos tapados e os homens não podem ir de calções;

 

     - Não se pode tocar na cabeça dos tailandeses, já que consideram a cabeça a parte mais sagrada do corpo (eu toquei na cabeça de um miúdo que era uma fofura e ele deu-me pontapés... não foi giro):

 

     - Os pés, por estarem em contacto com o chão, são a parte mais impura e com tal não podemos estar com os pés apontados para o Buda, já que é considerada uma falta de respeito. Mesmo em algumas lojas tínhamos de entrar descalços (eu habituava-me a isso);

 

     - São completamente devotos pelos reis e é necessário respeitar a imagem dos reis, já que eles são comparados a deuses;

 

     - Os tailandeses são muito supersticiosos em relação à cor preta, que para eles está associada à morte;

 

     - Há barraquinhas com comida tradicional (frutas, batidos, espetadas de carnes e petiscos tradicionais) por toda a parte;

 

     - Os diversos cheiros a incenso, flores de lótus ou botões de jasmim, impregnam o ar com um aroma perfumado e do mais agradável que já senti;

 

     - As flores são uma paixão para este povo, que renovam frequentemente as flores em casa e nos altares e pequenos oratórios que se vão encontrando por toda a cidade;

 

     - Não existem caixotes de lixo nas ruas, mas não se vê lixo algum. Há um enorme civismo e respeito pelo outro;

 

     - O Budismo é a religião predominante e é frequente ver monges pela cidade com trajes típicos;

 

     - Conduzem com mão inglesa.

 

IMG_5388.JPG

 

 

Lema Budista:

"Sanuk, sabai e saduak, que significa “sê feliz, fica tranquilo, contenta-te com aquilo que a vida te oferece”.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.