Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

3/4 de Mim

3/4 de Mim

Momento Saudosista... Tailândia dos mil sorrisos!

Não sou uma pessoa especialmente saudosista e agarrada ao passado mas tenho consciência que o que tenho de mais precioso são as minhas memórias.

Apenas selecciono bem as minhas memórias e os momentos que me fizeram realmente felizes e plena... Esses sim merecem ser recordados.

 

Recentemente resolvi reviver, por fotografias, as 3 semanas mais especiais da minha vida: a viagem à Tailândia.

 

IMG_5551.JPG

 

 

Há uma mística e uma magia fascinantes na Tailância. Um pais tão vasto e tão diferente: a cultura, a religião, as praias paradísicas, a simpatia e a hospitalidade tão diferente de todos os outros locais que já visitei. 

 

Se tivesse de descrever o país diria apenas: terra encantada dos mil sorrisos.

 

Comecei por me perder pela loucura de Banguecoque que é uma cidade fascinante que se ama ou odeia... Eu amei os imensos contrastes da cidade velha, com os palácios e templos do século XVIII, e da cidade moderna com enormes arranha-céus, centros comerciais modernos, hotéis de luxo banhadas pelo rio Chao Phraya.

A cidade tem aproximadamente 400 templos budistas magníficos, palácios, numerosos espaços comerciais, viagens à forma mais simples e tradicional de se viver.

Um dos momentos mais marcantes da viagem foi um passeio ao longo dos muitos canais existentes no Rio Chao Phraya que percorre a cidade. Foi a melhor forma de explorar a cidade e confirmar aquilo que já imaginava... uma imensa pobreza e simplicidade contorna esta cidade rica e luxuosa. Mas as pessoas são sempre sorridentes e acolhedoras independentemente de tudo. Muitas famílias vivem ainda nos canais e mostram-nos a vida sobre as águas.

 

IMG_5408.JPG

 

 

Depois de visitar a Cidade dos Anjos (Banguecoque) parti em direcção a sul e às praias paradísicas da Tailândia.

 

Não podia ter começado melhor: Railay.

Só posso descrever de uma forma: PARAÍSO. Só temos acesso a Railay por via marítima e a viagem de barco vai revelando aos poucos o que nos espera. É uma zona ainda pouco turística, sem carros, sem motas, sem poluição... Apenas ar puro, natureza, mar, sol e muita paz. Apaixonei-me perdidamente por Railay e pelo incrível pôr-do-sol.

 

CIMG0217.JPG

 

 

Depois disso foram mais 3 destinos paradisíacos: Ilhas Phi Phi, Ko Lanta e Krabi.

 

Todos estes destinos são incríveis e todos eles têm encantos diferentes e únicos:

Phi Phi é um dos principais destinos turísticos da Tailândia e compreende-se bem porque o é - uma zona de águas claras e paisagens lindas que, na minha opinião, é já demasiado turístico e não tão paradisíaco como imaginava. 

 

20141114_081439.jpg

 

 

Ko Lanta é uma ilha tranquila e pouco turística, o que lhe dá um encanto muito especial, e deu para perceber a realidade dos locais e a mistura das religiões budistas e muçulmanas existentes nesta zona. 

 

Krabi é capital de província no litoral do Mar de Andaman, estando rodeada por locais idílicos, e onde não há muito que fazer, mas a cidade é um bom local para se ficar e explorar a província. Ou seja, é um bom local local para descansar e explorar muitas ilhas e locais não habitados. É um local estratégico.

 

 

 

CIMG0085.JPG

 

 

 

Lema Budista:

Sanuk, sabai e saduak

Sê feliz, fica tranquilo, contenta-te com aquilo que a vida te oferece"

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.