Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

3/4 de Mim

3/4 de Mim

Açores - São Miguel

Se tivesse de escolher outro sítio para viver em território português seria nos Açores. 

 

Sou fascinada pela beleza e pela tranquilidade deste arquipélago.

 

Não deixem de visitar São Miguel e aproveitem que agora há voos low cost e podem visitar mais facilmente um dos sítios mais deliciosos que já tive o prazer de estar.  

 

 

 

Lagoa das Sete Cidades

 

Comecei a viagem a oeste, para visitar a lagoa mais emblemática da ilha: Lagoa das Sete Cidades, uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal.

A paragem é obrigatória no Miradouro da Vista do Rei, um dos cinco miradouros da lagoa, assim baptizado depois de uma visita de D. Carlos I, que reconheceu o que via como digno da realeza, para ver uma das vistas mais maravilhosas dos Açores. A lagoa ocupa uma área de 4,35 quilómetros quadrados e, na verdade, é composto por dois lagos que têm duas cores diferentes: o primeiro (na fotografia, em baixo) é verde, o segundo azul. Na foto da direita é mais perceptível a diferença de cores.

Diz a lenda que as lagoas nasceram das lágrimas de um pastor e de uma princesa que viviam um amor proibido.

 

7 cidades.PNG 

Lagoa de Santiago

 

 

Situa-se na Serra Devassa e fica pertinho da Lagoa das Sete Cidades. A Lagoa de Santiago ocupa uma cratera vulcânica, bem visível no próximo Miradouro da Lagoa do Canário, de onde se tem um panorama de beleza ímpar, imagem pura do melhor que todo o verdejante Arquipélago dos Açores tem para oferecer a quem tem a fortuna de o contemplar.

 

DSC02486.JPG

 

 

Vale das Furnas

 

As Furnas é um dos locais mais emblemáticos dos Açores. A paisagem tem montanhas verdejantes e árvores centenárias.

Na margem da Lagoa das Furnas vê-se a Capela de Nossa Senhora das Vitórias. Está fechada ao público, podem apenas visitar-se os jardins.

 

No outro lado do lado fica o parque com as caldeiras onde é feito o típico cozido das Furnas. Podemos deliciar-nos com o cozido de carne que demora cerca de cinco horas a estar pronto. Alguns restaurantes da região ocupam estas caldeiras todos os dias para preparar a comida em grande tachos. Quando fica pronto, levam-no para as carrinhas, que seguem de imediato para os restaurantes. O cheiro a enxofre é um pouco forte em algumas zonas, mas de um modo geral aguenta-se sem problemas. Fui assistir à colocação do nosso cozido na caldeira.

 

furnas cozido.PNG

 

São muitos os açorianos que visitam frequentemente o parque para cozinhar em família e passar o dia a relaxar.

 

Ainda nas Furnas temos o Parque Terra Nostra:

Tem uma piscina termal fica no jardim exterior e tem a água aquecida a 35ºC — embora chegue a sair a 42ºC.

 

DSC02619.JPG

 

O local é utilizado para tomar banho durante todo o ano e é delicioso tomar banho nesta água. Quanto à cor, não é sujidade: como a água é muito rica em ferro, fica com esta tonalidade.

Não há qualquer perigo para a saúde (só para o meu bikini que saiu castanho).

Pagam-se 5€ de entrada e é gratuito para quem fica hospedado no hotel lá existente. Para além do acesso ao banho termal, o bilhete também dá acesso aos mais belos jardins que já vi.

 

terra nostra.PNG

 

O Parque Terra Nostra tem uma colecção de mais de 600 variedades de espécies de camélias. Algumas delas são únicas em todo o mundo. Com 12,5 hectares, o parque tem uma beleza impressionante. Mesmo que não goste nada de jardins ou não perceba nada de botânica. O parque botânico está incluído na lista dos dez melhores retiros verdes do mundo da revista "Condé Nast Traveller".

 

terra nostra 2.PNG

 

Ainda nesta zona, vai encontrar várias nascentes. Cada uma deita uma água com um sabor diferente, que ajudará a curar maleitas muito distintas. Uma é boa para o fígado, outra para os olhos, outra ainda para curar gripes e tosses.

 

DSC02617.JPG

 

 

Caldeira VelhaDSC02648.JPG

 

A Caldeira Velha, na Ribeira Grande, fica numa das encostas do Vulcão do Fogo, onde se encontra também a Lagoa do Fogo.

É um dos monumentos naturais mais visitados nos Açores: situada em plena floresta, a Caldeira Velha é utilizada para tomar banhos termais.

A temperatura da água costuma estar nos 35º C, mas desce junto à cascata para os 25º-30º C. 

 

A caminhada até à cascata é absolutamente deliciosa.

 

CV.PNG

 

 

Lagoa do Fogo

Agora o caminho é feito sempre a subir e acaba para apreciar a beleza que é a Lagoa do Fogo.Há imensos miradouros para vermos a magnitude e a beleza desta lagoa.

É outro dos locais emblemáticos dos Açores: é uma das maiores lagoas das ilhas e a segunda maior de São Miguel (a maior de todas é a Lagoa das Sete Cidades). 

 

DSC02642.JPG

 

 

 

Estufas de ananases:

 

As maiores estufas de ananases de São Miguel ficam na Fajã de Baixo, na Lagoa e em Vila Franca do Campo.

A Quinta das Três Cruzes, por exemplo, é aberta ao público, que pode entrar e ficar a conhecer o processo de plantação do ananás.

Podemos também entrar na loja existente para fazer compras e experimentar o ananás e beber suminho fresquinho para nos refrescarmos.

O cheirinho que tem este local é de ficar para sempre na memória.

 

DSC02655.JPG

 

 

Nordeste:

 

O Nordeste é uma vila, sede do concelho por muitos referido como o mais belo da Ilha de São Miguel, no Arquipélago dos Açores, situada, claro está, na costa Nordeste da Ilha.

Plena de beleza natural e uma vegetação exuberante, situada na zona mais acidentada da Ilha, a região espelha bem a magnificência da natureza desta Ilha, como é visível nos vários miradouros que vão surgindo pela costa.
Nordeste apresenta também um belo património arquitectónico, com monumentos como as Igrejas Matriz de São Jorge e a de Nossa Senhora da Luz, ou as Ermidas de Nossa Senhora do Rosário de 1529, de Nossa Senhora da Mãe de Deus (século XVI) ou a de São Sebastião, hoje em dia em ruínas, o emblemático Viaduto dos Sete Arcos ou o bonito edifício dos Paços do Concelho do século XIX.

A região é conhecida pelos seus bonitos jardins, e pelas ruas e estradas cuidadas, onde as flores parecem florir a cada esquina.

nordeste.PNG

 

 

Ilhéu de Vila Franca do Campo:

 

Se tiverem tempo, visitem o Ilhéu de Vila Franca do Campo. Fica mesmo em frente da vila, a cerca de um quilómetro da costa, e é o local ideal para um piquenique diferente. É aqui que se realiza uma das etapas da competição anual de saltos de penhascos Red Bull Cliff Diving.

Há sempre barcos atracados para levarem os turistas de uma ponta à outra. A viagem custa 3€. Vale a pena visitar mas só se tiverem tempo de sobra.

 

DSC02828.JPG

 

Há tantos outros sítios para visitar e descobrir nesta ilha.

Tirem um dia para se "perderem" pela ilha porque o que não faltam são recantos deliciosos e miradouros com paisagens de nos tirar a respiração.Há tanto para se ver e visitar, que tenho a certeza que mal publique este post vou lembrar-me de mais um sítio que gostei e que gostaria de ter falado.

Ahhhh e come-se tão mas tão bem!!

 

Não deixem de seguir pela marginal, onde encontramos as Portas da Cidade. É um dos monumentos mais emblemáticos  — e provavelmente um dos mais fotografados em São Miguel.

Diz-se quem passar pelo arco do meio vai ficar apaixonado pelas ilhas para sempre. EU FIQUEI!!

 

portas da cidade.PNG

 

Um pouco mais à frente, vamos encontrar as Portas do Mar, a marina de Ponta Delgada.

O local é ideal para um passeio a pé: há lojas diversas de recordações e de artesanato, bares, cafés e restaurantes.

 

Eu adoro os Açores e por mim todos os anos visitava os Açores e conhecia mais uma ilha... A próxima de que falarei é o Pico.

10 comentários

Comentar post